ico_google.svg ico_face.svg ico_youtube.svg
logo.png
Fone: (51) 3445.1020
zoom.png

Carrapatoll

 

Indicado em vacas em lactação nos grupos de alta, média e baixa produção, vacas secas, novilhas, bezerros, fêmeas em programa de transplantes de embriões e todo rebanho bovino de leite e corte.

 

Contra carrapatos resistentes Boophilus microplus e Amblyomma cajennense, assim como nas propriedades produtoras de leite e carne sem resíduos ou produção orgânica. Em casos de resistência a carrapaticidas piretróides, amitraz, fiprol, fluazuron, diflubenzuron, organofosforados e lactonas macrocíclicas como: ivermectina, abamectina, doramectina e moxidectina.

 

O complexo Homeopático Carrapatoll age no fortalecimento da pele dos animais infestados, aumentando a função vital do organismo e interferindo na reprodução e desenvolvimento dos carrapatos nos seus diferentes estágios (larvais, ninfas, neóginas, partenóginas e teleóginas). Carrapatoll incrementa a resistência e imunidade dos animais tendo como resultado uma redução gradativa do parasitismo, mantendo os animais saudáveis e mais produtivos.

 

- Incrementa a resistência e imunidade dos animais

- Reduz o parasitismo

- Fortalecimento do couro dos animais

- Animais mais saudáveis e produtivos

- Facilita o manejo, reduzindo o estresse no animal

 

Modo de Usar

Gado de leite e receptores de embrião - administrar na ração, suplementos proteicos ou silagem 20g/animal/dia, sendo 10g pela manhã e 10g à tarde. Vacas em lactação continuarão sendo tratadas até o final. Vacas secas e novilhas, administrar de 10 a 15g animal/dia preventivamente.

Gado de corte em pastoreio ou confinamento - administrar 15g diárias no sal comum, sal mineral ou suplemento de farelo proteico para cada animal tratado, ou misturar de 2 a 3Kg de Carrapatoll para cada saco (25-30Kg) de sal mineral, suplemento proteico ou sal comum para um consumo no cocho de 80 a 120g animal/dia. Passados 90 dias de tratamento, e observando a diminuição dos carrapatos, administrar preventivamente 10g/animal/dia.

É importante considerar a dinâmica dos carrapatos, segundo as regiões do Brasil, e manter rigoroso tratamento no período de pico dos carrapatos.

Assegurar-se que a mistura final fique homogênea.

 

Apresentação

Embalagem: Sachê de polietileno de 1 kg, sacos de polietileno de 10 Kg e 20 Kg.

 

Responsável Técnico: Dr. Carlos O. Cordoves, PhD

Últimas Notícias

Fique por dentro de nossos eventos e novos estudos e pesquisas. Além de atualizações sobre nossos produtos e inovações.